Idioma atual: Português

Novidades



1º Encontro de Consultores 2012 - 03/05/2012

No último dia 30 de março, a ABS reuniu seus consultores da unidade Brasil em um hotel em São Paulo para o 1º Encontro de Consultores 2012.

Na ocasião, formalizamos a nova estrutura corporativa, com a criação do Comitê Executivo, com responsáveis pelas áreas comercial, diagnósticos e operações da empresa.

Com atividades que estimulavam a interação da equipe, os participantes puderam expressar suas expectativas e receberam informações sobre carreira na ABS.

No encontro, foram apresentados os novos valores da ABS: Senso de Propriedade e Relacionamento, que se somam aos de já difundidos – Confiança, Competência e Dedicação, dando mais força ao nosso time.

O perfil do consultor ABS também foi traçado: saber o que quer, dedicação, postura e compromisso são pontos que definem os profissionais da ABS.

O encontro também contou com um ciclo de palestras com nossos sócios Fábio Moraes e Elvio Oliveira, além de um convidado, com orientações importantes.

Com mudanças em nosso diretório em breve teremos uma nova estrutura de RH para outras atividades.

Castor: Projeto da ABS melhora competitividade - 25/10/2011

Região investe para fazer frente aos importados

Diário do Grande ABC – 31/07/2011

A enxurrada de importações de produtos manufaturados obriga as empresas brasileiras a buscar formas de elevar a produtividade para enfrentar o aumento da concorrência. Na região, uma das empresas tradicionais do ramo de ferramentas e acessórios para pintura de parede, a Castor, de Diadema, investiu R$ 1 milhão em melhoria de seus processos de gestão e na aquisição de maquinários, com o objetivo de pincelar um cenário mais favorável.

O trabalho de melhoria da administração teve início em meados do ano passado, com a contratação de uma consultoria especializada, a ABS – que tem 30 anos de mercado – e, por meio de ações simples, como mudanças de layout da fábrica, controle mais rígido de estoques e instalação de quadros com indicadores, o fabricante conseguiu elevar em 22% a produtividade.

O programa trouxe ainda outros benefícios. “Tínhamos índice de 6% de desperdício, que caiu para 2% e agora está em 1,8%, afirma o Leon Czarlinski, diretor da Castor. Além disso, houve queda de até 90% na incidência de retrabalho e diminuição no volume de sucata. A meta foi duplicar a capacidade produtiva e obter 25% no faturamento anual até o fim de 2011.

Com a ajuda dessas iniciativas, em 2010, a empresa atingiu esse ritmo de expansão e, neste ano, essa estimativa deve ser superada, avalia Czarlinski.

PORTFÓLIO – o executivo acrescenta que a companhia também aposta na ampliação do mix de produtos – que incluem produtos de acabamento, como desempenadeiras de aço; itens de pintura (rolos, trinchas e extensores) e de efeitos decorativos (rolos de espuma texturizada e espátulas dentadas também para textura). Atualmente, são 160 itens, até o final do ano, deverão ser 180 e, em 2012, esse número saltará para 230.

Somada a esta estratégia, a empresa estuda iniciar em 2012 a oferta de cursos para os profissionais do ramo, em parceria do Senai.

CONCORRÊNCIA – Czarlisnki cita que o câmbio atrapalha, ao dar melhores condições aos importadores. No entanto, para ele, a carga tributária é o principal entrave para a atividade. O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços de São Paulo para seu produto tem alíquota de 18%. “Não competimos só com os importados. Do Rio Grande do Sul, os concorrentes trazem para São Paulo com 12% de ICMS, e lá dentro do Estado paga só 3%”.

Veja a publicação

“ABS entra em Espanha através de Portugal” - 05/08/2011

Este foi o título da entrevista concedida por nosso diretor comercial Vital Balboni à revista portuguesa de negócios “Actualidade”, logo após evento em Lisboa, mostrando os diferenciais de nosso trabalho e a perspectiva de crescimento de nossas unidades.

Acompanhe aqui a publicação

 

Projeto Castor é destaque em revista - 05/08/2011

O projeto da ABS na Castor, fabricante de ferramentas e acessórios para as área de acabamento, pintura e efeitos decorativos, de Diadema, no ABC Paulista foi destaque na última edição da revista especializada “Lojas”, destinada aos revendedores e pintores profissionais. Nosso trabalho, metodologia e resultados foram citados como fatores determinantes para a mudança de cultura da empresa, trazendo um projeção de faturamento 25% maior para este ano.

Acompanhe aqui a publicação

ABS e parceiros promovem evento em Lisboa - 09/06/2011

A ABS Consultoria e a TOTVS em conjunto com a Câmara de Comércio e Indústria Luso-Espanhola (CCILE) promoveu no Hotel Tiara em Lisboa o seminário “A inovação, a produtividade e a sustentabilidade como motores da rentabilidade”. Na ocasião, o diretor da ABS Vital Balboni, o diretor da Totvs Portugal Luís Muraro Neto e executivos dos nossos clientes Delta Cafés, Peres-Soctip e Portucel falaram de suas experiências no processo de mudança que envolve a aplicação da Metodologia ABS.

Acompanhe a cobertura da revista de negócios “Actualidade” sobre o evento.

México: Peñoles premia unidade – Certificado de Gestão - 09/05/2011

Certificado de Gestão para a planta de sulfato de sódio, unidade Magnelec

Em 28 de março, ocorreu a entrega do Certificado de Gestão do Processo Produtivo da planta de sulfato de sódio de Magnelec, com o título de “Excelência em Gestão de Rentabilidade”, em função da implantação do sistema de gestão PCIC, desenvolvidos no projetos “Somos Uno, Somos Productivos”.

Esta metodologia contribuiu em grande parte para a conquista de uma produção de 620 mil toneladas de sulfato de sódio anuais e reforçou o trabalho em equipe de todas as partes envolvidas no processo.

O evento foi presidido pelos engenheiros Javier Hernández Gallegos, diretor de operações da divisão de metais-químicos, Adán González Alvarado, gerente geral de Magnelec e Lauro Brambilla, diretor-sócio da unidade México da ABS Consultoria.

Metodologia ABS chega ao 18º país - 09/05/2011

            Coincidindo com os 32 anos de trabalho da ABS, levamos a nossa metodologia ao 18º país. A unidade América do Sul inicia projeto na unidade peruana da Duke Energy, multinacional americana e uma das maiores empresas do setor elétrico do mundo, operando desde a geração de energia, através de usinas hidrelétricas, termoelétricas e nucleares até a comercialização e distribuição. Nosso projeto no Peru tem previsão de 25 semanas-calendário, atuando na gestão da manutenção e de operações nas plantas hidrelétricas de  Cañon del Pato y Carhuaquero, nos Andes peruanos.

Resultados do projeto Divamed-Divacontrol - 03/03/2011

A Divamed e a Divacontrol fazem parte do grupo Irmãos Valotto e atuam na distribuição de medicamentos similares e genéricos atendendo aproximadamente 9000 farmácias e drogarias no interior do estado de São Paulo e capital.

O projeto da ABS desenvolvido na Divamed e na Divacontrol foi dividido em 4 segmentos de atuação:

1)Desenvolvimento de um Sistema de Gestão baseada em procedimentos

2)Elaboração e implantação de um Sistema de Gestão de Estoque de medicamentos

3)Implantação do Sistema de Gestão de Indicadores (SGI)

4)Implantação da ferramenta de Gestão de Indicadores Comerciais (SGIC).

Com a definição de procedimentos operacionais de logística, devolução e reclamação de clientes, corte de pedidos de clientes e inventário de estoque e inventário rotativo os resultados obtidos foram:

 

- melhor controle dos processos

- criação de indicadores para tomada de ação

- garantia do estoque físico

- padronização de atividades

- diminuição de cortes de pedidos por falta de medicamentos no estoque

- redução de 30% das devoluções de clientes na unidade da Divacontrol

 

A definição de um sistema de gestão de estoque possibilitou a Divamed a identificar os medicamentos que precisam ser comprados e os que precisam ser vendidos através de uma análise de giro de estoque e classificação em ABC dos produtos. O objetivo é ter um controle maior do estoque e trabalhar com um estoque suficiente para a gestão e diminuir a perda de medicamentos com prazo de validade vencido. Um dos benefícios alcançados foi à redução em 12% de dias de cobertura de estoque.

A implantação do SGI possibilitou uma visão de toda a organização, baseada em controles e indicadores claros e definição de metas para cada processo. A organização não possuía indicadores nos processos, e não tinha uma visão dos resultados de cada área. O SGI possibilitou a identificação de indicadores fundamentais que influenciam nos resultados da empresa.

O SGIC trouxe uma ferramenta de gestão para o gerente comercial de seus clientes e as vendas realizadas. Possibilitou para os supervisores obter informações diárias dos resultados das vendas para atuação direta sobre os representantes.

ABS América do Sul inicia projeto na Petrobras Argentina - 14/01/2011

Desde sua criação em 1953, a Petrobras tem sido uma empresa pioneira na indústria petroleira. Atualmente é a maior companhia do Brasil, a segunda produtora de petróleo na Argentina e a terceira maior companhia industrial da América Latina.

O permanente crescimento que conseguiu ao longo de cinco décadas fez dela uma empresa líder na distribuição de derivados do petróleo no Brasil e em uma das 15 maiores empresas de petróleo do mundo, conforme a opinião da Petroleum Intelligence Weekly, uma das publicações mais prestigiosas na indústria do gás e do petróleo dos últimos 40 anos.

A Petrobras está presente na Argentina desde 1993 desenvolvendo atividade de exploração e produção de gás e petróleo. Seu desempenho comercial no país teve um notável crescimento durante a década de 90, e no ano 2001 deu início a um forte processo de expansão de seus negócios com a aquisição da companhia Eg3, através de um intercâmbio de ativos com a Repsol YPF. Esta operação permitiu adquirir uma rede de quase 700 postos de abastecimento para a comercialização de combustíveis, além da operar um estabelecimento para armazenamento, distribuição de lubrificantes, produtos asfálticos e refinaria na cidade de Bahía Blanca, Província de Buenos Aires.

E é justamente nesta unidade de Bahia Blanca que a ABS começa mais um projeto para levar nosso cliente a atingir a excelência operacional, enriquecendo ainda mais nosso portfólio . O projeto teve seu início em 06 de dezembro passado e tem duração prevista de 30 semanas para a implementação das melhorias e mais 05 semanas para auditorias e manutenção do projeto.

As áreas de enfoque do projeto são as de Manutenção, Operações e áreas de Apoio. Os objetivos principais são o aumento da disponibilidade da planta e a redução de custos diretos aplicados aos processos como mão-de-obra e estoques. Análise de falhas nos equipamentos críticos, gestão da produtividade na execução de tarefas, balanço de estoques, flexibiização da mão-de-obra, adequação da rotina dos gestores e capacitação gerencial são algumas das ferramentas e metodologias que estão sendo desenvolvidas e implementadas neste projeto, visando a um modelo que leve a Petrobras Argentina ao nível de classe mundial na operação.

Lançamento da Totvs Consulting como sócio estratégico da ABS na América do Sul - 07/12/2010

No dia 11 de novembro ocorreu o evento que lançou a Totvs Consulting como sócia estratégica da ABS na América do Sul. O evento teve a participação de CEOs de diversas empresas da Argentina e seguiu a agenda: Apresentação Totvs, Apresentação ABS, Apresentação do Projeto Alpargatas com a participação de Miguel Risso – gerente Alpargatas e coordenador do projeto.

Veja imagens

ABS celebra os 50 anos da líder Masisa - 07/12/2010

Em um evento que reuniu mais de 400 pessoas no Museu Nacional de Belas Artes no Chile, a Massisa celebrou seu aniversário de 50 anos destacando os marcos de seu crescimento.

Entre acionistas, diretores, clientes, fornecedores, comunidade financeira, autoridades, órgãos civis, colaboradores, arquitetos e designers, a ABS esteve presente para comemorar e prestigiar esta líder de quem se orgulha e com quem pode compartilhar parte destes marcos de crescimento.

Durante o evento, Roberto Salas, gerente geral da Masisa destacou a trajetória da empresa durante os últimos anos desde sua expansão internacional. “Durante estes anos temos conseguido consolidar nossa liderança na região destacando-nos pela inovação permanente através de novos produtos, surpreendendo nossos clientes, lançando tendências e gerando valor em cada uma de nossas propostas”.

Desenhos e texturas de vanguarda, produtos em linha com a construção sustentável, além de uma exclusiva proteção antibacteriana, são exemplos das últimas inovações que a Masisa colocou a disposição do mercado com grande êxito, mantendo sempre presente a filosofia de inovação com resultados.

Vale destacar que a ABS fez parte desta trajetória ao ajudar através de seu trabalho o alcance do incremento de produtividade de em média 16,2% e redução de custos de em média 13,8% na planta de Durango/DGO, alcançando por fim um retorno anual de 8,6 dólares por dólar investido.

Ainda durante sua apresentação Salas destacou a visão de triplo resultado, forma de gestão que diferencia a Masisa em seu negócio “a visão de triplo resultado tem nos permitido olhar as coisas de outra perspectiva. Esta visão, que incorpora as variáveis financeira, social e ambiental nos posiciona como uma empresa confiável e próxima de todos os nossos públicos”.

Ambientação no Museu Nacional de Belas Artes

Para a ocasião, Humberto e Fernando Campanha, requisitados designers brasileiros, realizaram uma impressionante intervenção no Museu Nacional de Belas Artes. A execução desta intervenção teve a liderança do prestigiado estúdio chileno de Orlando Gatica.

Os irmãos Campanha são considerados os designers latino americanos mais importantes do momento e tem grande reconhecimento internacional. Suas propostas de desenho contemporâneo se baseiam no respeito pelo meio ambiente, através da reciclagem de materiais industriais e o uso de produtos naturais.

Na ambientação foi utilizada Melamina Masisa Nogal Amazônica com uma nova textura softwood, além de MDF Masisa recoberto com o mesmo desenho.

Após o evento, a instalação será exibida em lugares chave que reunirão designers e arquitetos do país.

Hospitais preocupados com o sec. XXI investem em soluções de gestão. - 11/11/2010

Com discussões constantes sobre o modelo ideal para o hospital do futuro trazendo a tona questões de gestão, atendimento e rentabilidade hospitalar, não só o mercado como o consumidor tem se preocupado com os caminhos que a saúde irá tomar neste século.

Com a ABS não é diferente e embasada em sua experiência em mais de 18 setores nas diversas áreas da economia global vêm desenvolvendo projetos que geram milhões de dólares em economia de desperdício, diluição de custo fixo com aumento de performance e melhor aproveitamento dos materiais e contratos dentro dos hospitais em que realiza projetos.

Dentre os projetos recentes há seis em hospitais de Portugal e Brasil, onde dia-a-dia a ABS pode atestar a eficiência e eficácia das suas soluções implantadas, apresentando números que passam os dois dígitos quando se refere a consultas, internações, aumento da taxa de ocupação das salas e centros cirúrgicos, itens que se refletem no melhor aproveitamento das horas ordinárias reduzindo as extraordinárias de forma substancial.

Além disso, os hospitais têm apresentado uma melhoria na cadeia de suprimentos através de uma compra mais eficiente e do uso mais adequado dos estoques de remédios e insumos, permitindo reduções de perdas por validade aproveitando melhor os recursos orçamentários da área de consumo clínico.

Como se não bastasse o olhar sob as áreas diretas de uso dos hospitais, a ABS tem soluções para o fornecimento de serviços externos (FSE), incluindo manutenção de equipamentos, segurança, limpeza, serviços de lavanderia, alimentação e outros, todos, segundo a ABS, fontes de resultados imediatos quando da aplicação da Metodologia ABS de Gestão.

Empresa de Guarulhos incomoda gigantes do setor - 30/08/2010

Com a árdua tarefa de competir no mesmo mercado de empresas como Tigre e Amanco, a Mebuki, fábrica localizada em Guarulhos na Grande São Paulo, tem conseguido posicionamento diferenciado junto às classes C e D. Para impulsionar os negócios, a empresa investiu recentemente em um projeto de estímulo à área de vendas em parceria com o ABS Consultoria.

Com o crescimento do volume de vendas em quase oito vezes a meta prevista inicialmente, a empresa também viu a necessidade de melhorias na Gestão da Rentabilidade Operacional das áreas de produção e manutenção. “A ABS nos fez enxergar oportunidades dentro da nossa estrutura. Foi uma surpresa quando diagnosticaram que estávamos usando apenas 43% do potencial da fábrica, pois achávamos que esse número era 85%. Desta forma, nos apontaram a possibilidade de crescimento sem investimento adicional”, comenta o presidente da Mebuki Jairo Uemura.

Para o desenvolvimento de melhorias de Gestão de Desempenho Comercial, o trabalho da ABS incluiu dois níveis de equipe que atuam juntamente à Mebuki: os representantes de vendas (terceiros) e comerciais (colaboradores). Para isso, foram atingidos três pontos principais: aumento da exploração do potencial geográfico, inatividade de carteira e possibilidade de atingir novos clientes.

Na produção, buscou-se uma maior eficiência, com um aumento da produtividade por hora. Já na manutenção, a ABS estabeleceu maior eficácia por meio do aumento da disponibilidade do maquinário, fazendo com que haja menos quebras e perdas. “A metodologia que a ABS nos trouxe vai continuar sendo aplicada por meio dos profissionais que fazem a função de perpetuadores”, conclui Uemura.

Eternit estende parceria com a ABS - 11/08/2010

Após 30 semanas de projeto na unidade de Colombo, no Paraná, a ABS Consultoria concluiu trabalho nas áreas de produção, manutenção e administrativa da empresa. Segundo informações fornecidas pela própria Eternit, houve resultados bastante expressivos, como o aumento de 40% de produtividade no setor de moldados. Esses benefícios alcançados pela ABS levaram a empresa a estender a parceria para as unidades de Goiânia, Anápolis, Simões Filho e Rio de Janeiro.

Usando a metodologia ABS de Gestão, os consultores responsáveis implantaram ferramentas para a melhoria da gestão, como carga máquina, plano mestre e matriz de flexibilidade. Também foi pensado um planejamento para setores como produção e manutenção, seguido de reuniões de revisão estruturadas para garantir a efetivação dos planos de ação.

“Em vista das necessidades identificadas, implantamos o sistema de gestão P.C.I.C. (Planejamento, Controle, Indicadores e Cobrança) e foram treinados os níveis gerenciais, de coordenação, supervisão e liderança, para sua adequada utilização”, especifica o gerente do projeto, Fábio Moraes, que ainda contou com a direção de Luis Carlos Oliveira.

A consultoria também se preocupou em criar atividades que garantam a manutenção e perpetuação dos benefícios, como relatórios operacionais, processo de cobrança e de delegação.

Alpargatas da Argentina busca reestruturação - 28/06/2010

Com o foco em crescimento, rentabilidade e expansão, a empresa têxtil Alpargatas inicia processo de reestruturação previsto para durar até 2014, baseando-se no lema “Rever para crescer”.  “Esse plano considera a Alpargatas como um todo e redefine os rumos estratégicos e objetivos de crescimento, rentabilidade e expansão”, detalha o gerente geral da Argentina, Javier Goñi.

Neste contexto, a unidade prevê um amplo processo de mudanças na cultura de gestão. A estrutura e o estímulo para essa renovação foram dados após projeto desenvolvido no final do ano passado pela ABS Consultoria, que estimulou os executivos a repensarem suas posturas. A consultoria permitiu que os profissionais atingissem uma melhor visão global: “a atitude dos colaboradores é o valor fundamental para alcançarmos a mudança de cultura de gestão que necessitamos”, comenta o gerente de compras, Miguel Risso.

As mudanças estruturais da unidade começaram em fevereiro e devem durar seis meses, estando ainda na etapa de desenvolvimento. “A metodologia de trabalho se apóia em três pilares: integração de processos, de sistemas e de pessoas”, detalha. O objetivo é integrar todas as atividades para obter maior eficiência, com uma visão global da cadeia de abastecimento (Supply Chain Managment). “Queremos que todos os colaboradores comecem a pensar em maneiras de melhorar a eficiência ao longo da cadeia”, conclui.

De acordo com a unidade, o processo já trouxe inúmeros resultados positivos, como o aumento da motivação dos profissionais envolvidos. O objetivo final é que, com o suporte de todos, a empresa consiga instalar procedimentos de melhoria contínua.

*Com informações do jornal interno Lazos

Espanhóis querem investir em mercado brasileiro - 28/06/2010

Para explicar como as empresas europeias podem estabelecer relações comerciais com o Brasil, a Câmara Municipal de Barcelona e a agência de desenvolvimento local Barcelona Activa realizaram, na semana passada, o debate “Oportunidades de negócios no Brasil”. Ambas as instituições consideram que, devido ao desenvolvimento nacional e ao crescimento previsto de PIB para 2010, estimado em 7% pelo Banco Central, o Brasil se configura hoje com a principal potência da América Latina.

Entre os convidados, esteve o sócio-diretor da ABS Consultoria, Vital Vasconcelos Balboni. A consultoria atua na Europa desde 2002, possuindo filial em Portugal, e considera que a Espanha é um mercado estratégico para a expansão dos negócios na região. “Além disso, esse encontro teve o objeto de unir duas regiões com fortes semelhanças: Barcelona e São Paulo. Afinal, a Catalunha está para a Espanha assim como cenário paulista está para o Brasil”, detalha.

Também participaram da discussão Miguel Mingorance, técnico comercial do Consulado do Brasil em Barcelona, e Flavio Soares, sócio-fundador de Soares&Avila, escritório de advocacia com unidades em Barcelona e no Rio de Janeiro.

Durante o debate, o Brasil foi considerado um dos países que mais oferece opções de negócios para empresas europeias. Além do forte potencial de crescimento econômico e desenvolvimento social brasileiro, os presentes ainda destacaram o extenso mercado consumidor, com a presença de 195 milhões de habitantes, além de ser um país de dimensões continentais.